quinta-feira, 27 de outubro de 2011

complexos universos


´´Transeuntes eternos para nós mesmos, não há paisagem senão o que somos. Nada possuímos, porque nem a nós possuímos. Nada temos porque nada somos. Que mão estenderei para que universo ? O universo não é meu : sou eu´

´Fernando Pessoa, ´´O livro do desassossego´´

Nenhum comentário:

Postar um comentário