domingo, 20 de novembro de 2011

E como diria o poeta

"Que seja eterno enquanto dure"
(Vinicius de Moraes)


E quando essa ínfima eternidade acabar-se em poucos anos ou míseros meses.
Que a dor seja tolerável
A ferida não se torne crônica
Que rapidamente um anjo apareça  para assoprar e confortar...
Afinal e vida é breve e as possibilidades infinitas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário