segunda-feira, 26 de março de 2012

Coisas de outono


A luz deixou o outono estampado na casa. 
Os lábios estão iluminados, não chegam a ficar oferecidos. 
A feminilidade sai da gaveta. Nada transborda. 
O movimento é tranqüilo. 
Pensa na tatuagem que poderia realçar o seu corpo, mas a vontade não sai dessa gaveta. 
Rosana Miziara

Nenhum comentário:

Postar um comentário