domingo, 13 de maio de 2012

Austregésilo Carrano Bueno



Morreu em São Paulo, aos 51 anos. Austregésilo Carrano Bueno, era  integrante do Movimento da Luta Antimanicomial, que combate a discriminação e a exclusão social dos doentes mentais, pregando a extinção dos manicômios e a adoção de modelos mais humanos de tratamento psiquiátrico. O autor foi a primeira pessoa no Brasil a mover uma ação indenizatória por erros de diagnóstico, tratamentos torturantes e crimes contra médicos psiquiatras, em 13 de maio de 1998. Autor do Livro "CANTO DOS MALDITOS" que serviu de base para o filme "O Bicho de 7 Cabeças" Carrano escreveu o livro e entrou na justiça, produzindo a primeira ação da história jurídica no Brasil que reivindica indenização por erro médico psiquiátrico. Como que um reflexo da época em que tudo aconteceu (repressão militar), embora mais de vinte anos depois, o autor foi condenado a pagar indenização de 60 mil reais aos donos das clínicas psiquiátricas; em seguida, 1999, prescreveram a ação por pressão de um lobby psiquiátrico; em 2001 teve cassada sua liberdade de expressão - o livro foi retirado das livrarias e sua venda considerada proibida. Uma terceira ação seria julgada em maio do ano passado, proibindo Carrano de citar publicamente os nomes dos hospitais e dos médicos que o "trataram". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário