segunda-feira, 21 de maio de 2012

Alma Perdida



[...]
Tu és, talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
...
Dalguém que quis amar e nunca amou!

Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!
...
Florbela Espanca

Nenhum comentário:

Postar um comentário