quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Não me tentes...


Eu vejo que aprendi
O quanto te ensinei
 Não há por que voltar
Não penso em te seguir
Não quero mais a tua insensatez
Não penso em me vingar
Não sou assim
A tua insegurança era por mim
Não basta o compromisso
Vale mais o coração
Já que não me entendes, não me julgues
Não me tentes...

Nenhum comentário:

Postar um comentário